Vem chegando o verão

Vem chegando o verão

Vem chegando o verãoVem chegando o verão é o título de uma música do final da década de 80 que falava sobre as curtições do verão.

Infelizmente, no nosso caso, vem chegando o verão nos faz lembrar das altas temperaturas, chuvas torrenciais, alagamentos, inundações, deslizamentos de terra e tantos outros problemas recorrentes.

Alertamos no nosso post “Home Office é a solução para a contingência?” de 24/06/20 que a operação em home office, apesar dos seus vários benefícios, também tem os seus riscos, dentre eles a interrupção dos serviços de energia elétrica e/ou dos serviços de internet, fixa ou móvel.

O verão ainda nem chegou e nesta semana (de 30/11 em diante) principalmente as zonas oeste e sul da cidade de São Paulo foram castigadas por chuvas intensas, ventos fortes e muitos raios.

Devido à queda das árvores tem ocorrido longas interrupções no fornecimento de energia elétrica, em alguns casos maior que 12 horas, e a mesma coisa com os serviços de internet, com os cabos de fibra ótica também rompidos pelas quedas das árvores.   Algumas ERBs que não tem gerador também deixaram de operar ao término da carga das suas baterias de backup.   Ou seja, assumindo que você ainda tivesse bateria no seu laptop e no seu celular você não conseguiria utilizar a internet móvel porque estaria sem conexão.

O consultor líder da STROHL Brasil, Sidney R. Modenesi, MBCI, LDRM passou por esta situação duas vezes nestes dias.

A primeira, na sexta-feira dia 27/11 quando uma árvore de grande porte caiu sobre a rede de alta tensão a um quarteirão da sua residência, deixando várias quadras sem energia elétrica por quase 8 horas até que a árvore fosse removida, os fios conectados e a energia elétrica restabelecida.

Vem chegando o verãoE a segunda, na segunda-feira dia 30/11 quando várias árvores, sendo uma na esquina da sua residência, também caíram.   Desta vez o estrago foi muito maior.   Equipamentos: nobreak, desktop, roteador queimaram; foram 16 horas sem energia elétrica e quase 24 horas até que os cabos de fibra ótica fossem reconectados e o roteador da operadora substituído.

Apesar das várias redundâncias operacionais que o Sidney tem para trabalhar em home office, reuniões virtuais tiveram que ser canceladas e reagendadas.   Lá pelas 22:00 horas lá estava ele no seu carro, com o motor ligado recarregando a bateria do celular.   Ele já está estudando a instalação de um gerador que demandará obra civil, readequação da rede de energia elétrica e outras ações restando, ainda, o outro ponto único de falha, a conexão com a internet.

Mas nem todos tem a possibilidade de instalar um gerador nas suas residências, quando muito instalar um nobreak de maior capacidade com autonomia de algumas horas.

Estas situações tem que ser levadas em conta quando do desenvolvimento e implantação da “Política de Home Office” assunto do nosso post recente de 25/11/20.

As empresas têm supervalorizado o home office como se fosse a solução para todos os tipos de interrupções que possam ocorrer no local de trabalho e, como acabamos de ver, sempre fica algum risco residual.

Áreas com uma quantidade pequena de colaboradores ou pessoas chave de áreas maiores podem ter que enfrentar situações assim a qualquer momento e, muito provavelmente, estarão despreparadas o que poderá impactar, significativamente, as operações da empresa.

Mas, “eu poderia ir para o escritório” dirão alguns simplificando o problema.   Talvez sim, talvez não.   Pode ser que você more próximo ao local de trabalho mas muitas pessoas optaram por morar, talvez temporariamente, longe do local de trabalho, inviabilizando um deslocamento rápido.   E não é prudente viajar durante as tempestades.   São inúmeros os casos de deslizamentos, alagamentos etc. interditando as estradas por vários dias.

Vem chegando o verão pode ter sido uma música marcante no final da década de 80 mas nos dias de hoje, em tempos de quarentena e home office, vem chegando o verão é um alerta para os problemas que virão e que, desta vez, por não estarmos concentrados no local de trabalho, não será simples mitigar.

Quer saber mais sobre Análises de Risco, de Impacto nos Negócios, Resiliência Organizacional, Apetite ao Risco,  o Programa de Continuidade de Negócios ou desenvolver sua Política de Home Office integrada ao PCN?

Por favor preencha o formulário abaixo e entraremos em contato.

#continuidadedenegocios   #businesscontinuity   #businessimpactanalysis   #analisedeimpactonosnegócios     #riskassessment     #analisederiscos     #riskappetite     #apetiteaorisco     #resilienciaorganizacional     #resilience     #homeoffice

Compartilhe este Artigo

Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

Vem chegando o verão

Vem chegando o verão Vem chegando o verão é o título de uma música do final da década de 80 que falava sobre as curtições

Tem vezes que falhar não é uma opção

Tem Vezes Que Falhar Não É Uma Opção Muitos acompanharam com alguma perplexidade a lentidão na divulgação dos resultados das eleições municipais realizadas em 15/11/20.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para proporcionar uma melhor experiência para nossos usuários. Ao continuar a navegação neste site, você estará de acordo com os cookies que estão sendo utilizados. Se quiser saber mais sobre nossa política de cookies, clique aqui.