Home Office por causa do coronavírus (covid-19)

Home Office por causa do coronavírus (covid-19) é uma solução genericamente viável?

Home Office geral por causa do coronavírusApós as decisões de vários níveis de governo feitas no dia 13/03/20 suspendendo as aulas, eventos, aglomerações, outras atividades e recomendando o Home Office por causa do coronavírus (covid-19) houve, e ainda está havendo, uma forte polarização, parecendo final de campeonato, dos grupos a favor de uma parada total de todas as atividades algo como “Home Office” geral.

No ponto de vista do controle da expansão do coronavírus (covid-19) parece que esta seria a melhor das alternativas.   Uma parada a ZERO de todas as atividades do país, com as pessoas deixando de circular livremente interromperia a transmissão do coronavírus (covid-19) o que ainda levaria pelo menos mais 2 ou 3 semanas, talvez mais para ter uma margem de segurança, até que a transmissão caísse praticamente à zero como a China nos últimos dias.

Sempre restariam casos residuais e os viajantes vindos de países onde o vírus continuasse a circular livremente obrigando-nos a um determinado nível de alerta e prevenção.

Como disse o Ministro da Economia Sr. Paulo Guedes no seu pronunciamento no dia 16/03/20 “a economia do Brasil não aguentaria uma paralisação com esta duração”.

Deixando o lado econômico vamos analisar somente o lado operacional.

Para que as pessoas fiquem em suas casas e trabalhem Home Office por causa do coronavírus (covid-19) são necessárias várias infraestruturas.   Precisamos de: espaço; energia elétrica; telefone e internet; serviços de streaming para as crianças que estão em casa; portaria e zeladoria para quem mora em condomínios; água, esgotos e coleta de lixo; produtos de limpeza e higiene; alimentação natural ou industrializada; serviço de entrega e retirada de volumes; remédios etc. e, claro, um computador.   Isto por várias e várias semanas talvez meses.   Uma parada total de poucos dias teria muito pouca utilidade prática quanto à transmissão do coronavírus (covid-19).

Para que estas infraestruturas operem num determinado nível de serviço elas também dependem destas e de outras infraestruturas, compondo uma complexa cadeia logística de clientes e fornecedores.

O agravante é que muitas das atividades operacionais destas infraestruturas não podem ser realizadas em “Home Office”.    Elas devem ser realizadas no chão de fábrica ao lado dos equipamentos de produção, nos centros de distribuição, em campo etc. o que obrigatoriamente demandam o deslocamento das pessoas de/para um ponto a outro, contribuindo para a manutenção da transmissão do coronavírus (covid-19).

Nem mesmo os serviços de saúde poderiam operar neste cenário de parada total.

Fica claro que a opção de parada total é operacionalmente inviável.

Portanto, há a necessidade de uma solução de compromisso, entre a manutenção da operação destas infraestruturas, mesmo que num nível mínimo, e a transmissão do coronavírus (covid-19).

Isto é gerenciar crises, analisar todas as informações, com muitas incertezas, visões e interesses e decidir, normalmente pela opção menos pior.

Não tem almoço grátis mesmo que seja em Home Office.

Compartilhe este Artigo

Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

É HORA DE ATUALIZAR O PCN

É HORA DE ATUALIZAR O PCN Após quase 100 dias de quarentena devido ao covid-19 estamos, lentamente, começando a retomar as atividades a um novo

A Continuidade de Negócios Pós Covid-19

A Continuidade de Negócios Pós Covid-19 A pandemia decorrente do covid-19 está impondo significas alterações nos produtos, serviços e processos das organizações.   O novo mundo

A Covid-19 o Elefante e os Cegos

A Covid-19 o Elefante os Cegos é uma adaptação da fábula “O Elefante e os Cegos” publicada no blog Pense Bem e adaptada ao contexto da

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para proporcionar uma melhor experiência para nossos usuários. Ao continuar a navegação neste site, você estará de acordo com os cookies que estão sendo utilizados. Se quiser saber mais sobre nossa política de cookies, clique aqui.