E o dia que pararem a Internet?

E o dia que pararem a Internet?

Em julho/19 publicamos o post “O Dia em que a Nuvem Parar”.

A imagem abaixo contém aproximadamente 1% dos ataques digitais no mundo (no momento do print) (https://www.digitalattackmap.com/#anim=1&color=0&country=ALL&list=2&time=18176&view=map) o que nos remete a uma outra pergunta ainda mais catastrófica e o dia em que pararem a Internet?.   Sim pararem, porque a causa mais provável será uma ação, ou um conjunto de ações, com a intenção deliberada de causar este dano.

E o dia que pararem a Internet?

 

Em vários dos nossos posts já abordamos a dificuldade de desenvolver PCNs – Planos de Continuidade de Negócios para os cenários de incidentes de segurança da informação.   No caso acima o incidente será 100% externo onde não teremos nenhum controle sobre as suas causas e duração, somente sobre as consequências do incidente.

As equipes e seus colaboradores estarão a postos, toda a infraestrutura de tecnologia da informação disponível mas não teremos nenhuma transação, pedido, dado, e-mail, nada de nada entrando ou saindo da nossa empresa.

Num cenário menos global o dia em que pararem a Internet poderá ser um incidente direcionado especificamente a um país, uma empresa, uma determinada operadora, segmentado para atender alvos específicos.

Não ter um sólido Programa de Continuidade de Negócios que inclui a Recuperação de Desastres de TI é um grande erro mas esperar que o Programa de Continuidade de Negócios cubra todo e qualquer tipo de incidente – do Brexit ao atentado por drones à refinaria na Arábia Saudita passando pelas mudanças climáticas – é um erro tão grande quanto o primeiro.

 

 

Compartilhe este Artigo

Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

3 Usos da BIA nos Ataques Cibernéticos

3 Usos da BIA nos Ataques Cibernéticos Aparentemente neste período de quarentena houve um aumento significativo de ataques cibernéticos às organizações.   Pode ser somente um

Apetite ao Risco

Apetite ao Risco Introdução Um dos pilares da Continuidade de Negócios (BC) e da Recuperação de Desastres (DR) é o Apetite ao Risco. É baseado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para proporcionar uma melhor experiência para nossos usuários. Ao continuar a navegação neste site, você estará de acordo com os cookies que estão sendo utilizados. Se quiser saber mais sobre nossa política de cookies, clique aqui.