Definição

Segundo a norma brasileira “Definição de GCN Segurança da sociedade — Sistema de Gestão de Continuidade de Negócios — Requisitos” a definição de GCN é:

Continuidade de Negócios – CN: Capacidade da organização de continuar a entrega de produtos ou serviços em um nível aceitável previamente definido após incidentes de interrupção.

Gestão de Continuidade de Negócios – GCNProcesso abrangente de gestão que identifica ameaças potenciais para uma organização e os possíveis impactos nas operações de negócio caso estas ameaças se concretizem.   Este processo fornece uma estrutura para que se desenvolva uma resiliência organizacional que seja capaz de responder eficazmente e salvaguardar os interesses das partes interessadas, a reputação e a marca da organização e suas atividades de valor agregado.

Ainda, esta mesma norma define duas variáveis extremamente importantes (existem outras) para todo o Programa de Continuidade de Negócios – PCN:

MTPD — Maximum Tolerable Period of Disruption (período máximo de interrupção tolerável)tempo necessário para que os impactos adversos tornem-se inaceitáveis, que pode surgir como resultado de não fornecer um produto/serviço ou realizar uma atividade.

MBCO – Minimum Business Continuity Objective (objetivo mínimo de continuidade de negócios (OMCN))níveis mínimos aceitáveis de serviços e/ou produtos para a organização alcançar seus objetivos de negócios durante uma interrupção.

Integrando todos estes conceitos podemos estabelecer que a definição de GCN é a capacidade da organização de continuar a entrega de produtos, serviços ou processos, em um nível aceitável previamente definido, o MBCO, num determinado intervalo de tempo após incidentes de interrupção, MTPD, geridos por um processo abrangente, o Sistema de Gestão da Continuidade de Negócios – SGCN.

Entenda o significado de MPTD, MBCO, RTO e RPO neste vídeo de pouco mais de 6 minutos.